Essência desnecessária

Pedro Duarte Freires

Costuma-se pressupor que tudo tem uma essência e que é um dever encontrá-la por mais árdua que a busca possa ser (parece que sempre é). Assim, a vida seria uma sucessão de batalhas épicas pela integridade dessa essência e uma cirurgia plástica, um regime ou um diligente treino para a hipertrofia seriam uma terrível derrota para esse inimigo que é o padrão, que é a moda. A partir dessas premissas cria-se a idéia que interessa discutir, de que o Brasil atualmente nega sua essência ao supervalorizar seus índices econômicos.

Antes de entender por que o Brasil estaria passando por um processo de auto-negação, cabe entender por que isso seria uma derrota. Para tanto, pouco importa se existe de fato uma essência abstrata ou não; deixemos que a Fé, guardiã dos assuntos místicos, se encarregue da dúvida. No contexto da guerra épica entre essência e mundo, não é de um conjunto de características inatas que se fala, mas sim de um conjunto de necessidades concretas a serem supridas. Quando vemos alguém recorrer à cirurgia plástica ou dobrar-se aos padrões vigentes, o que devemos perguntar é se tal manobra atende às verdadeiras necessidades (econômicas, sociais, psicológicas) do indivíduo. É fácil concluir que tais necessidades não são totalmente inatas; de fato a maior parte delas é construída e deriva de escolhas que o indivíduo faz durante sua vida. Isso, no entanto, não lhes tira o valor.

Consideremos que o Brasil seja esse indivíduo buscando no sucesso de seus índices econômicos, e na manutenção deles, a cirurgia plástica perfeita. Com essa nova imagem, ele estaria pronto para seduzir grande parte dos investidores. A verdade é que esses índices econômicos não dependem necessariamente de uma reforma agrária, da criação de um país de leitores no lugar de analfabetos funcionais ou mesmo da gestão de um hospital público de qualidade com vagas para todos – essa cirurgia plástica tem um custo alto; não sobra tempo nem dinheiro para reformar tudo que é necessário. É importante perceber que esse processo é de escolha, ou seja, de construção ativa de uma nova identidade brasileira.

Até podemos dizer que o Brasil errou ao escolher esse caminho, que o silicone da prótese econômica mais cedo ou mais tarde vai estourar, intoxicando o país. Mas não raro podemos chegar à perigosa conclusão de que o Brasil está fugindo de seus verdadeiros problemas. Ainda que pareça contraditório, os índices econômicos e os sociais fazem parte de um mesmo Brasil. Do mesmo modo, uma beleza natural ou artificial pode satisfazer uma mesma pessoa. Isso prova que o país cresce, se recria. Devemos dar tempo para que a identidade se consolide sem grandes neuroses, em vez de afogá-la em dogmas e convenções.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Essência desnecessária

  1. ótimo texto! parabéns!

    “deixemos que a Fé, guardiã dos assuntos místicos, se encarregue da dúvida.”: mto boa passagem;

    o penúltimo parágrafo me parece ótimo, assim como todo o trabalho com a idéia de essência, no que diria respeito à essência de um país.

    só não ficou claro, para mim, como que “Do mesmo modo, uma beleza natural ou artificial pode satisfazer uma mesma pessoa.” qual modo? também não me ficou claro o que é “Isso”, que “prova que o país cresce, se recria.”

    “Devemos dar tempo para que a identidade se consolide sem grandes neuroses, em vez de afogá-la em dogmas e convenções.” concordo quanto aos dogmas, mas sou sofista na medida em que concordo com a idéia de que tudo é convenção: a moral, a religião, a ética, absolutamente tudo.

    abraço e parabéns pelo texto!

  2. O texto original não é meu, mas…

    “Do mesmo modo, uma beleza natural ou artificial pode satisfazer uma mesma pessoa.”

    Assim como uma pessoa pode ficar satisfeita com seu nariz empinado “in natura”, outra pode ficar com seu nariz comprado com o cirurgião plástico.

    ***

    “também não me ficou claro o que é ‘Isso’, que ‘prova que o país cresce, se recria’.”

    As mudanças de valor. É possível que tentemos conservar algo que não seja da nossa essência – por isso essa aparente essência está sujeita a transformações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s