Haiquases (?) – 2

O galho seco
sustenta o corvo.

***

a memória
o tempo
sussurra.

***

Aonde se esconde
o canto da aranha.

***

Rápido
rapto
os sonhos vagueiam

***

Da flor escondida
o perfume basta.

***


solidário
o silêncio

***

No inverno
o sol é ilusão
do vento.

***

Feriado
taco fogo
no formigueiro.

***

Fim de tarde
A borboleta repousa
                                            no sino
O padre atrasa o sermão.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Haiquases (?) – 2

  1. Pingback: A flor escondida « Mutuca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s