Cara a cara

Ontem fui rever In on it, no Teatro Eva Herz. Sim, rever, pois desta vez eu fazia questão de estar na primeira fila, frente a frente. É uma experiência visceral ver com nitidez a pupila dos atores.

 Não, o suor e a saliva não quebram o encanto. O realismo da encenação em harmonia com a verossimilhança das cenas captam, cativam nosso olhar. A fruição estética, se perde o plano geral, ganha o intimismo de uma interpretação quase privatva – e não uso o termo com a sensação ingênua de que o elenco atuava só para mim; o privado, aqui, deve ser entendido como a libertação de toda e qualquer interferência que nos distraia da peça. Eis o encanto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s