Estudos Narrativos 2014

TURMA I (9º EF da manhã, 1º, 2º e 3º EM)

Horários: Sempre às segundas-feiras, das 19h00 às 20h35

Datas:

17 fevereiro “Recebi uma carta” (Cintia Mayumi)
10 março Ferramentas narrativas (enredo, vozes [narrador, personagens], iluminação/cores, enquadramento, ritmo/velocidade, símbolos, ideias) a partir de cenas do filme A noiva cadáver (Tim Burton).
31 março  Como acertar errando (ou: sobre metrificação e pé) a partir da “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias; Análise da linguagem cinematográfica a partir de Alma (Rodrigo Blaas – EUA – 2009) e Emi (Gwendoline Ancelin, Diono Corbel, Guazzagalopa Nicolas, Schmitt Julien). Leitura apressada do texto “Sob os comandos do condutor”.
14 abril  Leitura e análise de haikais; “A consciência do limite” (Jorge Mautner / José Miguel Wisnik).
05 maio  “O silêncio reinante” (Giulia Angelo);Sombra (Caroline Carvalho); O Farol (Po Chou Chi – Taiwan – 2010); L’animateur (Nick Hilligoss – Austrália – 2006).
19 maio  “Milonga de Manuel Flores” (Vitor Ramil); ZEN (Pedro Xisto); “Pós-Tudo” (Augusto de Campos); “Epitalâmio II” (Pedro Xisto); “The Fantastic Flying Books of Mr Morris Lessmore” (William Joyce e Brandon Oldenburg).
02 junho
23 junho

TURMA II (6º, 7º, 8º e 9º EF da tarde)

Horários: Sempre às terças-feiras, das 10h10 às 11h50

Datas:

18 fevereiro Alma (Rodrigo Blaas – EUA – 2009), Sebastian’s Voodoo (Joaquin Baldwin – EUA – 2008).
11 março O discurso amoroso / A imagem da mulher: “Transforma-se o amador na cousa amada” (Camões), “Entre a serpente e a estrela” (Zé Ramalho), “Desce” (Arnaldo Antunes), Via Vazia [poemas VIII e IX] (Hilda Hilst).
01 abril “Identidade plástica” (Harini Abja Kanesiro)The Fantastic Flying Books of Mr Morris Lessmore.
15 abril Leitura e análise de haikais; “O silêncio reinante” (Giulia Angelo); “Trem das cores” (Caetano Veloso).
06 maio  Sombra (Caroline Carvalho); O Farol (Po Chou Chi – Taiwan – 2010); L’animateur (Nick Hilligoss – Austrália – 2006).
20 maio   “Milonga de Manuel Flores” (Vitor Ramil)ZEN (Pedro Xisto)“Pós-Tudo” (Augusto de Campos)“Epitalâmio II” (Pedro Xisto); “A Pequena Vendedora de Fósforos” (Roger Allers – EUA – 2006).
03 junho
24 junho

 

TAREFAS – SEMPRE OPCIONAIS

Tema A1 Crônica em primeira pessoa.Você está andando sem rumo pelo seu bairro. Num determinado momento, uma movimentação estranha (de um grupo ou de um indivíduo, você escolhe) chama sua atenção. O que acontece?Dica: não seja apressado.
Tema A2 Conto simbólico em terceira pessoa.Escolha um personagem meio marginal (não pode ser o branco, jovem, rico, hétero, de gosto refinado; sim, ele pode ser uma dessas coisas, mas é importante que ele tenha elementos marginais e seja um possível alvo de preconceito, embora esse tema não deva aparecer no texto). Crie para ele um momento epifânico (momento em que acontece algo quase “divino”, algo que faz com que ele comece a refletir como nunca fizera antes).Dica de leitura, caso se sinta muito perdido: “Amor”, da Clarice Lispector.
Tema A3 Deslumbre sensorial.Aqui o esquema é treinar descrição. Pode ser algo bacana para depois inserir num texto maior ou pode ser um texto fragmentado. Você deve, em primeira ou terceira pessoa, escolher um determinado elemento (um prato de comida, o perfume de uma pessoa muuuito querida, uma cidade em que o personagem nunca esteve) e descrevê-lo usando elementos predominantemente não visuais: paladar, olfato, tato, audição. Dica: evite obviedades como “carne com gosto de carne”, “arroz com gosto de arroz”, “perfume perfumado”, “pano macio”.A dica que vale para qualquer tema: surpreenda-me! Esse é o barato.
Tema B1 Narrativa curta, em primeira pessoa:Conte um episódio em que você observa uma mulher refletindo a respeito da sua própria feminilidade.Instruções para serem seguidas antes da escrita em si:a) Determine um local urbano em que se a cena irá se desenvolver (café, praça, ponto de ônibus, dentro do vagão do metrô etc.)b) Indique as características físicas (idade, aparência, gestualidade) e psicológicas (calma ou nervosa, raciocínio lento ou agitado, falante ou calada) da mulher.c) Decida o modo como essa mulher expressará suas reflexões. Ela pode estar conversando com um amigo ou amiga ou namorado etc. Ela pode estar falando sozinha. Ela pode estar escrevendo. Ou ela pode estar sendo interpretada pelo narrador.Instruções para serem seguidas depois da escrita em si:

a) Releia seu texto e faça com que a segunda versão fique melhor do que a primeira.

b) Mostre-o para alguém e verifique se essa pessoa conseguiu entender as ideias principais do seu texto. Caso ela não tenha conseguido, talvez seu texto esteja meio obscuro. Se for o caso, vale a pena fazer outra edição.

c) Para escrevermos bem, precisamos escrever – e reescrever.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s